Mensagem de erro

Notice: Undefined property: stdClass::$comment_count em comment_node_page_additions() (linha 728 de /home/ba/public_html/modules/comment/comment.module).

Tudo sobre o Gin

O gin é uma bebida alcoólica única que se distingue das demais devido ao seu aroma seco, subtil e refinado. Conheça um pouco mais sobre esta bebida extraordinária e saiba porque é de classe mundial.

O que é o gin

O gin, à semelhança do uísque, é uma bebida alcoólica destilada que é feita à base de uma fruta chamada zimbro e de cereais neutros. O processo pós-destilação é que confere as características específicas do sabor, do aroma, da textura e da cor da bebida. Assim que o Gin é destilado, ele sai do alambique com elevado teor alcoólico, sendo, inclusive, considerado inapto para consumo. Para que o teor alcoólico seja reduzido, é preciso adicionar água destilada à fórmula na etapa final, deixando a bebida pronta para apreciação.

A origem do gin

O gin teve origem na Holanda em meados do século XVII. Ele surgiu pela mão do médico Francisco De La Boe que procurava uma fórmula simples e de baixo custo para a realização de um diurético. Este medicamento seria usado para o tratamento de doenças renais na faculdade de Leyden, junto à cidade de Amsterdão. No entanto, o preparado obtido não chegou a transformar-se em medicamento e passou a ser apreciado por muitos degustadores de destilados - devido ao seu preço acessível e sabor intenso -, ficando conhecido como o “Gin De La Boe”.

O gin em Inglaterra

Com o passar dos tempos, a bebida chegou a Inglaterra e foi lá que se tornou popular. No exército, a bebida era muito apreciada pelos soldados britânicos e estes acabaram por levá-la para a sua terra natal.

Mais tarde, o sucesso deu-se com o incentivo da realeza que estimulou o povo a fabricar a bebida, já que eram potenciais produtores dos grãos de zimbro. O gin acabou por ser a solução para o mercado da época, uma vez que o rei autorizou a produção e a comercialização desta bebida de sabores únicos.

As restrições de importação

Então, como se produzia muito, vieram restrições de importação, que acabaram por valorizar o produto e, consequentemente, o país. Foi neste momento que o gin britânico começou a ser apreciado e desejado por todo o mundo. Em contrapartida, com o consumo da bebida, o alcoolismo cresceu de maneira avassaladora, abalando a economia e incentivando a criminalidade. Por este motivo, em 1736, foram decretadas restrições em relação ao produto, fabricantes e comerciantes. As licenças de produção começaram a ser cada vez mais difíceis de serem obtidas, o processo de seleção entre produtores ficou mais exigente, interferindo, consequentemente, na qualidade do produto final. Ao longo do tempo, o gin ficou mais refinado e puro, transformando-se numa bebida de classe mundial.

As principais marcas de gin

Atualmente, existem várias marcas de gin no mercado, no entanto as que mais se destacam são as seguintes:

Old Raj Gin

Trata-se de uma marca muito popular que apresenta um gin clássico e seco. Ele é elaborado através de zimbro e na sua fórmula mistura o coentro, a cássia, a raiz de angélica, açafrão e também leva amêndoas.

Bombay Sapphire

O Bombay Sapphire é um gin inglês que é composto por destilado alcoólico e extratos de vegetais aromáticos. Ele é conhecido pelo seu aroma subtil e agradável e é um dos gins mais secos e leves do mercado atual.

Beefeater

O Beefeater é um dos gins cítricos mais apreciados em toda a parte. Ele é bastante aromático e refinado, é composto por raiz e sementes de angélica, junípero, sementes de coriandro, amêndoas amargas, alcaçuz, orris, casca de limão e laranjas de Sevilha.

Tanqueray

O Tanqueray é uma bebida de cor clara e de sabor picante. Trata-se de um gin único que possui um fundo cítrico e um aroma de zimbo acentuado. Ele é destilado por duas ocasiões, o que garante a eliminação de quaisquer impurezas.

Gordon´s

O Gordon´s é um gin seco que dispensa apresentações, pois é conhecido em toda a parte. Trata-se de uma bebida recordista de vendas que é número um no Reino Unido desde o século XIX.

Como preparar um bom gin

O gin é conhecido por ser uma bebida muito versátil, podendo ser preparado com frutas, ervas e sementes. No entanto, apesar dos seus sabores se adequarem a várias bebidas, muitos consideram que o gin precisa de ser cuidadosamente misturado. As doses e a fusão de sabores devem ser meticulosamente estudadas para que haja harmonia no paladar. Conheça alguns cocktails feitos à base de gin:

Orange Blossom

Ingredientes necessários

30 ml de sumo de laranja

30 ml de gin (de preferência London Dry Gin)

1 porção de xarope simples de açúcar

Modo de preparação

O Orange blossom é uma bebida de fácil preparação, pois basta colocar todos os ingredientes num shaker ou misturadora. Depois, é necessário levar a água com açúcar ao lume para realizar o respetivo xarope de açúcar. Posteriormente, deve misturar novamente todos os ingredientes, agitar e servir bem fresco num copo de martini.

Dry Martini

Ingredientes necessários

3 doses de gin

1 dose de vermute seco

1 azeitona verde

Gelo q.b.

Modo de preparação

O Dry martini é um cocktail que está, certamente, no top 10 dos martínis. Ele é muito fácil de ser preparado, pois basta colocar o gelo no shaker e adicionar o gin e o vermute seco. Depois, é necessário agitar vigorosamente durante uns segundos e servir numa taça, claro está, de martini. Em termos de decoração, é obrigatório colocar uma azeitona verde num palito para enfeitar a bebida.

Gin Julep

Ingredientes necessários

2 doses de gin

Meia xícara de água

1 colher de chá de açúcar refinado

6 folhas de hortelã

Modo de preparação

Coloque o açúcar, a água e as folhas de hortelã num copo old fashioned. Depois, macere todos os ingredientes até que estes misturem todos os sabores. Em seguida, coloque o gelo triturado no copo e adicione o gin. Mexa de uma forma subtil e decore o copo com um raminho de hortelã. Esta é, sem dúvida, uma bebida que vai animar qualquer ocasião especial e/ou festiva.

Algumas curiosidades interessantes sobre o gin

  • A origem da palavra gin vem do francês geniève e do holandês genever, isto é, zimbro, em português.
  • Durante um grande período de tempo, o gin ficou com má fama devido à sua proibição de venda. A bebida chegou a ser apelidada de kill me quick, em português mate-me rápido.
  • No fim do século XIX, o Gin Mombasa, produzido em Londres, foi exportado durante um tempo exclusivamente para o protetorado britânico de Zanzibar, no Quénia.
Gostou deste artigo?: