Como fazer bolas de gelo japonesas

As bolas de gelo japonesas são, atualmente, uma forma original de manter uma bebida gelada durante mais tempo. Este tipo de gelo demora mais tempo a derreter que os cubos de gelo comuns e mantêm o sabor original de uma bebida até ao fim. Saiba como fazer bolas de gelo japonesas e delicie-se na preparação das suas próprias bebidas.

O problema da utilização dos cubos de gelo nos cocktails

Os cubos de gelo são um elemento muito importante na preparação e composição de um cocktail, uma vez que permitem que uma determinada bebida se mantenha fresca. No entanto, se a mesma não for ingerida rapidamente, os cubos de gelo vão começar a derreter e a bebida acaba por perder toda a sua essência e espírito. Dessa forma, os cubos de gelo acabam por limitar o prazer na ingestão de uma bebida, pois eles têm como que um prazo de validade de consumo. Faça a experiência com um copo de uísque, cuba livre ou gin tónico e repare no sabor aguado que a bebida começa a ter na sua parte final. Nesse sentido, e para contrariar as principais dificuldades que os cubos de gelo impõem na degustação de uma bebida, surgiram as bolas de gelo japonesas.

O aparecimento das bolas de gelo japonesas

As bolas de gelo japonesas, como o próprio nome indica, provêm do Japão e surgiram com o intuito de manter o sabor original de uma bebida até ao fim e com o objetivo de durar mais tempo que os tradicionais cubos de gelo. Isso é possível porque o volume da superfície das bolas de gelo é menor que os cubos e isso faz com que o seu derretimento seja mais lento.

O rápido derretimento do gelo é frequentemente uma das razões apontadas pelo insucesso das bebidas “caseiras” e por estas não apresentarem o mesmo sabor que aquelas que são preparadas por um barman. O gelo servido nos bares é projetado para encher um copo de acordo com a sua capacidade máxima, o que por si só significa que tudo fica mais fresco. Contudo, o desenho básico dos tabuleiros dos cubos de gelo clássicos não permitem uma utilização eficiente destas formas no respetivo copo. Nesse sentido, a forma das bolas de gelo japonesas são essenciais pois adaptam-se perfeitamente a qualquer copo e possibilitam que o seu último gole seja tão saboroso quanto o primeiro.

Como é que se faz uma bola de gelo japonesa

Para fazer uma bola de gelo japonesa perfeita, existem três maneiras distintas. São elas:

Com um picador de gelo: Esta é uma técnica que é comummente utilizada no Japão e envolve uma pessoa com um picador de gelo e um tijolo maciço de gelo. Trata-se de um trabalho árduo, uma vez que as bolas de gelo japonesas são diretamente esculpidas no respetivo tijolo de gelo.

Com um molde específico: Existem moldes específicos para a realização de bolas de gelo japonesas e a sua utilização é a ideal para todos os barmans que gostam de preparar as suas bebidas em casa. São moldes que são difíceis de encontrar, mas existem em alumínio e em plástico duplo e permitem fazer a bola de gelo perfeita.

Com um balão: Esta é uma hipótese alternativa e basta abrir espaço no seu congelador para lá colocar balões com água. É necessário que os balões pernoitem no congelador para que depois possam ser utilizados na confeção de qualquer tipo de bebida e cocktail.

Como fazer uma bola de gelo com um molde de plástico

Fazer uma bola de gelo com um molde de plástico é um processo que envolve sete etapas distintas. São elas:

  • Separe as duas partes do respetivo molde;
  • Encha o espaço do molde com água destilada. É aconselhável que não utilize água da torneira, pois esta pode alterar o sabor de uma bebida;
  • Coloque o topo do molde sobre o fundo e empurre-o para baixo. Faça esta operação na banca, pois será necessário adicionar água através dos dois furos que se encontram na parte superior;
  • Ponha o seu molde de bolas de gelo numa superfície plana e estável do seu congelador para não comprometer a formação das bolas de gelo;
  • Deixe o molde no seu congelador durante um período de 3 a 5 horas ou até congelar;
  • Depois do molde estar congelado, é necessário separar as duas partes do respetivo conjunto. As bolas de gelo podem ficar presas ao molde e dessa forma necessita de ter imenso cuidado ao removê-las. Se as partes ficarem presas, deve colocar um pouco de água fria no molde e isso será suficiente para as libertar;
  • Depois das bolas de gelo estarem formadas e congeladas, elas podem ser armazenadas num recipiente no seu congelador para um dia mais tarde lhe dar a utilização que pretender.

O tempo de duração de uma bola de gelo japonesa

É difícil dizer de uma forma concreta o tempo de duração de uma bola de gelo japonesa, dado que a sua durabilidade depende da temperatura que está no ambiente, no copo e no respetivo líquido que é derramado sobre o gelo. Por exemplo, numa tarde de primavera, com temperaturas à volta dos 20 graus, é possível que as bolas de gelo japonesas permitam o saborear uma bebida durante um período de aproximadamente duas horas. Contudo, é natural que com o aumentar das temperaturas, a eficácia do gelo venha a diminuir, mas não tão drasticamente como quando são utilizados os cubos de gelo.

Gostou deste artigo?: