10 cervejas estrangeiras que deve experimentar

Os pubs ainda não são muito populares em Portugal, mas começam a aparecer alguns sítios onde é possível apreciar uma cerveja que não se vê todos os dias num bar, café ou restaurante. A multiplicidade de cervejas é muito rica e explorável e este universo começa a estar mais aberto para todos aqueles que apreciam esta bebida mundialmente aclamada. Conheça 10 cervejas estrangeiras que deve experimentar e alargue os seus conhecimentos gustativos.

1. Leffe

A Bélgica é uma das maiores potencias mundiais em termos cervejeiros e a Leffe é um porta-estandarte de respeito. Com um legado que vem já do século XIII, esta é a cerveja do tipo Abadia mais consumida em todo o mundo e uma das mais endeusadas em termos globais. Em Portugal pode ser encontrada em bares especializados, tendo um preço justo tendo em conta a sua história e qualidade.

2. Corona

Esta é uma das cervejas mais equilibradas e refrescantes do mundo, bem como uma das mais fáceis de encontrar em locais recreativos e grandes superfícies comerciais. A maior cerveja mexicana é uma das mais consumidas em todo o mundo e é normalmente acompanhada com um generoso pedaço de lima no gargalo, que deve ser empurrado para o interior da garrafa.

3. Stella Artois

Outra das cervejas mais antigas do mundo é a Stella, tendo as suas origens no século XIV. Este é considerado um produto altamente sofisticado e meticulosamente cuidado: a cevada é da mais alta qualidade e, por cada litro de Stella, são utilizados oito litros de água tratada. Curiosamente, sendo bastante antiga, é de uma leveza surpreendente.

4. Erdinger

A Alemanha tem uma das tradições mais importantes em termos de cerveja (tem o maior festival do mundo) e não poderia faltar a esta lista. A Erdinger é uma cerveja com parecenças à Super Bock e apresenta mais potencial quando servida à pressão (deixe repousar a espuma antes de se atirar a ela).

5. Mythos

A Mythos é uma cerveja bastante leve, mas que mantém bastante sabor. É ideal para pessoas que preferem cervejas mais leves e que não são propriamente obcecadas por cerveja. Produzida nas Grécia, esta cerveja pode ser encontrada em algumas superfícies comerciais, sendo bastante barata.

6. Guinness

Depois da cerveja mais leve da lista, segue-se a mais composta. A cerveja Guinness é mundialmente conhecida, mas acaba por ser um desafio espinhoso para quem não é completamente apaixonado por cervejas. Com um aroma algo carregado a café, esta é uma cerveja para saborear e ideal para “ir bebendo”.

7. Duvel

Esta cerveja tem uma imagem bastante nostálgica e é uma das cervejas douradas mais interessantes do mercado. A palavra Duvel significa diabo, mas “anjo” seria mais apropriado para uma cerveja de grande qualidade como esta.

8. Affligem

A Affligem tem uma das histórias mais interessantes no mundo cervejeiro. Esta cerveja foi criada no século XI por monges que mantiveram a receita intacta até aos dias de hoje. Enamorados com a sua criação, os monges belgas aceitaram a distribuição da Heineken com a condição de que a receita se mantivesse inalterada para sempre.

9. Tsingtao

Esta é a cerveja chinesa mais vendida em Portugal e uma das mais fáceis de encontrar por terras lusas. São poucos os cocktails de cerveja e as cervejas asiáticas que gozam de alguns créditos nesta área, por isso, esta é uma sugestão interessante para alargar horizontes.

10. Estrella Galicia

A Estrella não apresenta grandes diferenças em relação às grandes marcas portuguesas, mas possui um sabor a cevada mais carregado do que o normal. Sem ser muito sofisticada, é uma cerveja perfeita para matar a sede e beber lentamente.

Gostou deste artigo?: 

Artigos relacionados